Browsed by
Tag: padrões

(Des)construindo padrões de beleza

(Des)construindo padrões de beleza

Por: Matheus Martins (o mais novo e querido colaborador do Um suspiro!)

Diferente. Do latim differens, “que não é igual, diferente”, “colocar de lado”, de DIS, “fora, afastado de”, mais FERRE, “levar, portar, carregar”. Na contramão do caminho usual, grandes marcas têm mostrado que as diferenças e os “diferentes” podem sim pertencer ao “(normal)glamour”. Causar desejo ao consumidor é um dos objetivos (diria que o principal) das marcas de moda e pra isso acontecer elas utilizam linguagens visuais e estratégias de marketing voltadas para conectar o consumidor-final e o produto, através da identificação ou da empatia. Esse é o grande desafio que as marcas têm que enfrentar hoje, já que o público tem se mostrado cada dia mais heterogênio e fluido. É fácil perceber que há um movimento de valorização e exaltação das diferenças na moda, que vai da tendência genderless aos desfiles carregados do espírito transformador dos anos 2000.

Retrato da juventude, com 20 anos Chantelle Winnie (des)constrói padrões em cada campanha e editorial dos quais participa. A jovem canadense é a primeira modelo com vitiligo a ganhar notoriedade que ultrapassa os flashs, já que também é ativista e porta-voz da experiência em viver com o vitiligo.

Sua beleza atraente e provocativa já estampou editoriais para a marca Desigual (Chantelle tornou-se a representante oficial da label espanhola) e estampou as páginas das revistas i-D e Dazed. A modelo foi um dos destaques da campanha Primavera/Verão15 da Diesel, fotografada pelo Nick Knight e por aí vai a caminhada de sucesso da modelo descoberta no America’s Next Top Model.

chantelle4 chantelle5 tumblr_no1ygvRJFj1rb7ktyo2_500

Nesse mesmo caminho e da mesma geração que Chantelle, o modelo norte-americano Shaun Ross já conquistou o mundo fashion. Com 24 anos, o modelo, que é albino, teve ser primeiro contato com a moda aos 16 anos. Expressividade e inspiração são traços da personalidade e da aparência de Ross, que já apareceu em vários clipes musicais, dentre eles o de “E.T.” da cantora californiana Katy Perry, “Party” e “Pretty Hurts” da Beyoncé e também no curta-metragem da Lana Del Rey, Tropico. Sua lista de trabalhos na moda é extensa, inclui a revista GQ britânica, Vogue Italiana, i-D Magazine, Paper Pagazine e Another Man, Alexander McQueen e Givenchy são alguns nomes.

shaun07 Shaun08 shaun-ross-danny-nguyen-03a

O bacana disso tudo é que a moda deve ser espelho – e vitrine – das mudanças que a sociedade deve e tem que enfrentar. Não dá pra negar, a beleza está na diferença e na diversidade, dois rumos que a moda não tem como escapar, felizmente.